Senfio

Em plantações de algodão é comum a infestação de uma praga chamada bicudo do algodoeiro. Sua infestação é muito rápida e tem-se a dificuldade de rastrear o local de origem. Sua atual forma de combate é por meio de armadilhas manuais onde é necessária a presença de um funcionário a cada 15 dias para averiguar se há praga, ou não, nela. A verificação após 15 ou mais dias prejudica uma correta análise pois isso é bastante tempo para saber se uma determinada região foi, ou não, infestada pela praga.

Nosso projeto é o desenvolvimento de uma armadilha eletrônica capaz de informar quando um bicudo chegou na armadilha e enviar essa informação diariamente. Possibilitando assim, um monitoramento mais preciso e com uma frequência maior. Assim, será possível uma tomada de decisão mais rápida e com menor uso de agrotóxico.

Contato

Elyr Teixeira

contato@senfio.com
(81) 98108-0594

Quero Participar